Shakespeare em busca de emprego

– Então, senhor Shakespeare, eu li seus livros e fiquei bastante impressionado. Suas peças são extraordinárias, e seus sonetos são lindos. Mas, infelizmente, não temos vaga para você no nosso jornal. – As vagas já foram preenchidas? – Na verdade não. Ainda faltam duas vagas a preencher. O problema é que não contratamos machistas, racistas, […]

Continue lendo

Eu – topografia e interações

I – A topografia do eu Todo ser humano é triplo. Existe aquilo que você é para os outros, aquilo que você é para si mesmo e aquilo que você realmente é (e nunca sabe). Aquilo que você é para os outros é um objeto de vitrine, um artigo de mostruário, a máscara com que […]

Continue lendo

Eu – eu quem?

O espelho que encaro reflete uma imagem. Nela, à frente de um fundo composto por objetos inanimados, sobressai uma porção de matéria que vive, respira e se move. Sou eu, este que escreve. Mas quem sou eu? A carteira de identidade afirma que sou um tal de Carlos Augusto Xavier. Muito bem. Mas isso é […]

Continue lendo

O lado bom das coisas

Sou frequentemente acusado de ser indócil, mal-humorado e rezingueiro. Não ver o lado bom das coisas parece ser um pecado mortal numa época em que todos riem e demonstram otimismo enquanto o mundo se esfacela. Um terremoto dizimou cem mil pessoas na Turquia? Não reclamem! Relevante é o milagre que manteve viva uma criança sob […]

Continue lendo

Tudo seria fácil se não fossem as dificuldades

“Tudo seria fácil se não fossem as dificuldades”, escreveu com muita sabedoria o Barão de Itararé, aquele ocioso que não tinha nada pra fazer além de chasquear. Você porventura já reparou como as coisas neste mundo parecem ter sido concebidas pelo Diabo com o propósito deliberado de nos induzir ao suicídio? Não estou falando da […]

Continue lendo

Como ajudar um suicida

Um dia, o Juvenal veio até a minha casa e, como sempre costumava fazer, desatou a lamuriar: – Que diferença faço eu para o mundo? – perguntou ele, depois de tomar um café que eu mesmo preparei. – Que sei eu fazer que outro não faria mil vezes melhor? Que posso eu dizer que outro […]

Continue lendo

A serpe

A cobra, toda dengosa, toda melíflua, perguntou um dia para o cão: “por que não queres mais ser meu amigo? Por que te recusas a aparecer onde sabes que estarei? Por que, quando me vês, giras sobre os calcanhares e foges espavorido? É porque tens memória e ainda te lembras da picada que te dei?” […]

Continue lendo

Se Deus não existisse

Se Deus não existisse, o universo seria um lugar perigoso para a espécie humana. Asteroides, meteoros, cometas e outros agentes homicidas estariam por aí vagabundeando pelo espaço, brincando de tiro ao alvo com os planetas aterrorizados ante a ameaça de destruição. A qualquer momento, um deles poderia abalroar a Terra e fazer do pequeno planeta […]

Continue lendo

Aforismos

1 – Não existe defesa contra a lisonja. Somos demasiado vaidosos para duvidar da sinceridade daqueles que nos elogiam. 2 – Algumas pessoas são tão fiéis à sua feiura que, não importa quantas cirurgias façam, continuam sempre feias. 3 – Um homem cuja felicidade não tem objeto é o que a gente chama de bobo-alegre. […]

Continue lendo